Itaúnas: entre as dunas e o mar

A pequena vila litorânea, quase na divisa com a Bahia, ficou famosa por sua diversidade. O turista pode tomar banho de rio, de mar, e, ainda, completar o pacote dançando um forró pé-de-serra .

dunas

A cidade nos presenteia com praias maravilhosas, águas mornas e suaves , dunas empolgantes, além de uma ótima comida focada mais em frutos do mar.

Para chegar em Itaúnas, basta pegar um ônibus que sai de Conceição da Barra. A viagem demora cerca de 1 hora, você irá saltar no centro da cidade. A partir daí fica tudo muito fácil, tudo estará muito próximo. Caminhando você logo irá encontrar os bares e restaurantes, tocando um animado forró. Andando mais um pouco você entrará no caminho em direção as Dunas, que pode ser feito por trilha ou pela estrada. Fiz os dois percursos, mas é claro que por trilha é mto mais emocionante. A trilha Tamandaré é bem curta, completamente envolvida por galhos e folhas que dão um belo  visual a caminhada.

trilha-de-tamandare

Além da trilha, da visita as dunas e dos mergulhos no mar, também conheci o rio, mas de uma forma mais inusitada: andando de caiaque. Para quem quiser saber mais sobre esse passeio clique aqui.

Itaúnas é aquele tipo de lugar que dá saudade, que dá vontade de ficar mais. A simplicidade da cidade envolvida por toda essa natureza traz magia ao passeio.

Trilha do Corcovado + Cristo Redentor

“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.” Mahatma Gandhi
img-20160807-wa0074A trilha começa pelo belíssimo Parque Lage. Siga os caminhos de paralelepípedo, passe pelo aquário, pela ponte, e vá seguindo até encontrar uma placa indicando para onde deve ir, caso queira fazer a trilha do Corcovado. Logo depois da placa irá encontrar uma casinha, onde guardas irão lhe explicar o caminho da trilha e pegar os seus dados para casos de emergência.

Depois dessa parte, a trilha irá começar de fato. A caminhada começa num aclive suave, onde você irá passar por 3 cascatas (que estão secas no momento). Este trecho do passeio é de pouco esforço, mas exige atenção quanto à orientação. A partir da terceira cascata o esforço aumenta bastante, pois irá subir o resto do caminho na vertente da montanha.

A caminhada segue em ritmo intenso. Depois de ter passado por mais da metade da trilha, irá encontrar a parte mais complicada do passeio (tranquilo para quem está acostumado), uma escalaminhada em uma rocha exposta. Para passar, use mãos e pés, com o apoio de uma corrente presa à rocha. Tenha atenção redobrada se a pedra estiver escorregadia.

Depois da parte da rocha, logo irá se deparar com a estrada de ferro. Mantenha a atenção pois o trem do Corcovado ainda passa pelos trilhos. Atravesse-os, siga a trilha que leva à estrada e suba até a entrada para ver o Cristo Redentor. Preste atenção ao tráfego de vans em mão dupla, siga pelos cantos da estrada. Ao chegar à entrada do monumento, procure a bilheteria para compra o ingresso, que até o presente momento está custando R$24,00.
13895319_1066896390058160_8352602546347435183_nA trilha tem 2.240m, e teve duração de aproximadamente 1h40min. A volta foi bem mais rápida, durou aproximadamente 1h.

O passeio foi maneiríssimo, a trilha é cheia de atrativos para quem gosta de natureza e adrenalina, além disso ainda conta com o Cristo Redentor como ponto final da caminhada.
13887080_1066897523391380_4531167711974874287_n