Os belos jardins do Amantikir

Localizado em Campos do Jordão, O Parque Amantikir é fruto de um sonho do engenheiro agrônomo e paisagista Walter Vasconcellos. Esse sonho deve ter sido um daqueles que te faz acordar extasiado, pois o parque se tornou um sucesso e recebe, a cada ano, um número maior de visitantes.

Com mais de 700 espécies de plantas ao longo dos 60.000 m², o local foi considerado pelos usuários do TripAdvisor como a melhor opção do que fazer em Campos do Jordão, por quatro anos consecutivos, (2013, 2014, 2015 e 2016).

Labirinto de Grama

Eu estive por lá, e pude comprovar toda essa beleza e encantamento de perto. O parque me impressionou através das sua incríveis paisagens e das possibilidades de enriquecimento do “eu criativo”, pois o lugar, além de apresentar belezas naturais fantásticas, tenta fugir do eixo comum e nos presenteia com labirintos e outras coisas que aguçam os pensamentos.

O Amantikir está aberto todos os dias do ano, inclusive feriados, natal e ano novo, das 8h30 às 17h00. Visitantes que entram até as 17h00 podem permanecer no parque até o pôr-do-sol. O ingresso tem o valor de R$40 inteira e R$20 meia.

Como chegar?

Estando em Campos do Jordão e partindo de Capivari: Após deixar o Centro Turístico em direção ao Portal de Campos do Jordão, atravesse todo o centro comercial de Abernéssia. Em frente a UNIVAP entre à esquerda cruzando a Estrada de Ferro Campos do Jordão e tomando a Av. Ernesto Diedericksen (avenida do Hotel Toriba). Seguir a sinalização – Pico do Diamante / Estrada Gavião Gonzaga (ou o Totem que indica TARUNDU).

Após o Hotel Toriba permaneça à direita (no asfalto) na estrada Paulo Costa Lenz César. Ao seguir essa estrada por 300m, você cruza a Estrada de Ferro uma segunda vez. Permaneça nessa estrada (e aproveite a beleza do lugar) por mais 1.500m e vai encontrar a Estrada de Ferro novamente.

Após cruzar a Estrada de Ferro pela terceira vez você já visualiza uma placa de madeira rústica escrita em branco, entre à direita e siga por cerca de 400 metros. A Recepção do Amantikir fica à esquerda.

Uma ilha chamada Paquetá

Paquetá: aquele cantinho no meio da Baía de Guanabara que, depois de horas de barca, lhe permite curtir um pouco de um passeio tranquilo. Assim resumo esse bairro. Apesar de gostar do lugar e de seus atrativos rústicos, afirmo que tem que ter bastante disposição para ficar 1 hora e 10 minutos dentro de uma barca para chegar até lá. No meu caso, que não moro na cidade do Rio, demoro mais tempo ainda para chegar.

Mirante do Parque Darke de Mattos

Para compreender o que estou dizendo, vou começar esse post explicando o que se deve fazer para chegar no local. Primeiramente, você tem que ir para a estação das barcas na Praça XV, pois é o único lugar que sai barcas para Paquetá. Se no seu caso você mora em Niterói, São Gonçalo ou ainda mais distante, assim como eu, o seu primeiro passo é pegar a barca de Niterói para o Rio, que dura cerca de 25 minutos de viagem. O processo é bem simples, é só ver no site da CCR Barcas os horários e assim segui-los. A parte mais cansativa do passeio é essa! Ficar esse tempo todo dentro de uma barca, tanto para ida quanto para volta.

Chegando no local, o passeio começa enfim a ficar um pouco mais interessante. Você terá algumas possibilidades de passeios, destaquei os que mais me interessam abaixo:

1 – Passeio de quadrículo ou pedalinho, para quem quiser relembrar a infância.
2 – Visitar a Pedra da Moreninha. Lugar que ficou famoso devido ao livro de Joaquim Manuel de Macedo, escrito em 1843. O romance “A Moreninha” é considerado o iniciador do “romantismo” na literatura brasileira.
3 – Conhecer o Parque Natural Municipal Darke de Mattos. O meu ponto preferido de Paquetá. É um ponto que da pra fazer piquenique e passear em família. Além disso, conta com um mirante de pedra bem interessante que dá uma vista linda.

Pedra da Moreninha

Além das coisas que destaquei, você também pode simplesmente dar uma volta na cidade ou parar em um dos bares e “tomar uma” com os amigos. Como disse, é um lugar bem calmo, então você pode ir só para desfrutar isso. É um ponto turístico que tem que ser visitado pelo menos uma vez na vida. Vá em família!

Vinhedo (SP)

Vinhedo é um município que fica no interior do estado de São Paulo e tem aproximadamente 63.685 habitantes. É uma cidade muito tranquila que tem ótimos hotéis e restaurantes. Um lugar bom para namorar, passear com a família e relaxar. Porém a maior atração da cidade é o Hopi Hari, o parque de diversão mais concorrido do país.
10641267_843473172400484_4349627319965283256_nPara entrar no parque você terá que comprar o “passaporte” (que no momento tem o valor de R$ 109,00, mas tem meia-entrada para estudante), entretanto existem alguns brinquedos (são poucos) que precisam de pagamento separado. Para mais informações sobre horários e preços você deve consultar o calendário que fica no site http://www.parquehopihari.com.br/#calendario

Quando fui aproveitei uma promoção e comprei ingressos para três dias, por causa disso consegui ir a todas as atrações existentes no parque (com dois dias de parque você também consegue ir em tudo). Fiz uma comparação com outros parques que já fui e escolhi os brinquedos que mais me impressionaram:

10313863_843473349067133_7840643329390450481_nMontezum
Gostei muito desse brinquedo pelo fato dele também ser subterrâneo. É a quinta maior montanha-russa de madeira do mundo, com 1.024 m de extensão, percorridos em apenas 58 segundos, a uma velocidade de até 103 km/h. Altura mínima: 1,40 m.

Vurang
Esse brinquedo não é o mais emocionante do parque, mas foi muito divertido principalmente por ter sido a primeira vez que fui a uma montanha-russa no escuro. Ele tem 686 m com carrinhos que giram em torno do próprio eixo durante subidas e descidas. Não recomendada para depois do almoço. Brincam 26 pessoas por vez. Altura mínima: 1,10 m.

La Tour Eiffel
O mais legal é que esse brinquedo te da à oportunidade de ver o parque inteiro lá de cima. Os visitantes sentam-se em cadeiras que são içadas a uma altura de 69,5 m (equivalente a um prédio de 23 andares) a 5 m/s. Em poucos segundos, as cadeiras descem em queda livre por 3 segundos e chegam a uma velocidade de 94 km/h antes de frear. Altura mínima: 1,30m

Marquei aqui meus três brinquedos preferidos do parque. Quando tiver feito esse passeio deixe aqui um comentário destacando os seus preferidos.

11535898_843474342400367_3233186774160504759_nDicas
Para quem é adepto do “pacote pobre”, assim como eu, fique ligado nas promoções no site, sempre tem ótimas oportunidades para que você consiga ficar dois ou três dias no parque por um bom preço, assim você poderá conhecer o parque inteiro, como eu fiz.

Para quem não liga de dormir em lugares “diferentes”, também pode aproveitar para dormir nos motéis da cidade, são muito baratos e confortáveis.
10986568_843472452400556_6813377945436742454_n

A diversidade do Parque da Catacumba

O Parque, que fica ao lado da Lagoa Rodrigo de Freitas, possui uma reserva ecológica ideal para passar algumas horas de lazer. Além das trilhas, no local existem também atividades esportivas voltadas principalmente para o público infantil.
Apesar de não ser tão extenso, diversos pontos podem ser explorados:

Cultura: Existe cerca de 30 obras de artistas renomados expostas ao ar livre em recantos nos jardins do Parque.
Trilha da Catacumba: Percurso fácil e seguro que em 30 minutos leva aos Mirantes da Sacopã e ao Morro do Urubu.
Aventura: A operadora Lagoa Aventuras oferece arvorismo, tirolesa, muro de escalada e rapel, com preços que variam de R$ 20 a R$ 40.
Relaxar: No Parque existem diversos locais tranquilos para relaxar ou fazer um piquenique.
Fauna: Devido às diversas alterações ocorridas no Parque e região do entorno, a fauna do Parque Municipal da Catacumba é composta por espécies tipicamente adaptadas às áreas urbanas e aos ambientes alterados. Para observar os animais locais, basta parar por alguns minutos em silêncio.
Como chegar?
Pegue o metrô e salte na estação Cantagalo, saia pela Praça Eugênio Jardim. Suba e desça a Av. Henrique Dodsworth. Chegando na Av. Epitácio Pessoa, siga rumo ao posto de gasolina BR. É uma caminhada que tem cerca de quinze minutos. O parque fica entre os bairros da Lagoa e Copacabana.