Nos caminhos de Punta del Este, Punta Ballena e Maldonado

Chegou o dia de falar sobre as três cidades com os pontos turísticos mais famosos do Uruguai. Resolvi escrever sobre as três ao mesmo tempo, pois muitas pessoas confundem os pontos turísticos de uma com os de outra.

Mirante de Punta Ballena

Antes de destacar os locais que visitei em cada uma e citar as principais diferenças, vale ressaltar que existem muitas coisas em comum também, por exemplo: as três pertencem ao departamento de Maldonado.

Para os pobres, como eu (rs), outro fator em comum é a forma de chegar em cada cidade, seja indo direto do Aeroporto de Carrasco ou de Montevidéu, pelo Terminal Tres Cruces (fica dentro de um shopping), você terá que ir de ônibus. Alugar carro ou ir de táxi é um conforto que acaba sendo um pouco caro. Pegue um ônibus pela COT ou pela COPSA (empresas mais conhecidas) com destino final Punta del Este, caso queira ir para uma das outras duas cidades é só saltar antes de chegar ao ponto final. O valor do ônibus gira em torno de 300 pesos. A viagem de ônibus dura cerca 2h30.

No meu trajeto organizei os passeios para 4 dias, o que foram o suficiente. O mês de março não é o melhor mês para ir, apesar das cidades estarem mais vazias, o clima é muito inconstante. Eu acabei dando sorte, peguei dias bonitos, mas é algo arriscado para quem não curte passar por momentos de chuva. Indico ir em alta temporada que o sol é praticamente “garantido”.

Punta del Este

Los dedos

Punta del Este, considerado o balneário mais famoso da América do Sul, provavelmente foi o lugar mais marcante do meu mochilão pelo Uruguai. Cheguei em Punta com um tempo bem ruim, no início fiquei meio cabreiro, mas logo o sol apareceu e eu corri para curti os pontos da cidade. Lá eu conheci:

• Playa Brava e Playa Mansa
A Playa Mansa é banhada pelo rio, tem a coloração da água um pouco mais escura que a Brava, marítima, que por sua vez possui águas mais agitadas. Aliás, essas são as duas principais praias da cidade e, na verdade, uma é continuação da outra, já que circunda a Península.

• Monumento Los Dedos
Também chamado de La Mano, Dedos de Punta del Este ou Monumento ao Ahogado (afogado), fica na Playa Brava.
Endereço: Parada 1 Playa Brava, 20100

• Farol
Ainda na Península, um pouco depois da Gorlero, há esse farol. Infelizmente no momento a entrada não está sendo permitida.
Endereço: Calle 2 de Febrero y Calle 5

• Plazoleta Grã-Bretanha
Bem na pontinha da Península, onde o rio encontra o mar, você poderá ver essas belas esculturas.
Endereço: La Salina

• Porto
O porto é lindo, cenário perfeito para fotos. Além disso, ainda tive a oportunidade de ver de pertinho diversos leões-marinhos.

• Mirantes
Há diversos mirantes pela cidade. Faça que nem eu, vá em todos.

Além dos pontos que destaquei, lá também tem diversos bares e famosas boates. Punta é lugar para todos! É um lugar lindo e me deu a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas. Deixo aqui o meu grande abraço a uma linda família de Cuiabá e uma ótima amiga, conterrânea do Rio.

Punta Ballena

Fiquei hospedado em Punta del Este, de lá se consegue chegar tranquilamente em Punta Ballena, são apenas 16km de distância. Existem duas opções: pode-se pegar um ônibus das empresas (COT ou COPSA) ou ir por um municipal. Os dois irão te deixar no mesmo ponto de uma estrada, onde terá que atravessar e andar por uma longa rua até ver escrito em um estrutura “Casapueblo”. A grande diferença dos ônibus são os valores e os horários, os das agências custam em torno de 60 pesos e saem e retornam mais constantemente, os municipais custam em torno de 30 pesos mas demoram mais a passar.

• Casapueblo
Casapueblo é uma obra de arte de dimensões gigantescas, uma casa-escultura construída pelo artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, com inspiração greco-mediterrânea. Bem provavelmente é o lugar mais famoso de tudo que visitei no Uruguai.
Endereço: Ruta Panorámica (saída da Ruta Interbalneária à caminho de Punta Ballena). Há indicações com placas.
Preço: R$30
Horários: 10h às 18h.

• Mirante de Punta Ballena
Fica do lado da Casapueblo, basta descer o morro cheio de pedras. Para minha pessoa é o lugar mais bonito de todos que visitei. É uma vista e uma paz sem igual. Indico muitoooo.

La Barra de Maldonado

O ponto mais famoso de Maldonado é sua parte conhecida como La Barra de Maldonado. Enquanto Punta é toda estruturada e possui altos edifícios, La Barra tem aquele clima todo rústico, descolado, com muitas ruas de terra. Muitos jovens e noitadas.

Outro ponto diferente de Punta, é que para La Barra só existem ônibus municipais, mas fique tranquilo, saem de 30 em 30 minutos.

• Museu do Mar
Um local muito bacana, fica a cerca de 1km após passar a ponte que divide Punta Del Este de La Barra.
Preço: US$ 7

• Ponte Ondulada
Além dessa divertida ponte ser o caminho para desbravar algumas praias mais distantes, ela ainda te faz sentir aquele friozinho na barriga ao passar por ela.

Ponte ondulada

Essas três cidade me deram a oportunidade de ter uma noção do que é viver um pouco no paraíso. Belezas naturais, pessoas de bom coração e muita paz.

A encantadora Colônia de Sacramento

A cidade uruguaia, que foi colonizada por portugueses, está localizada a cerca de 180 km de Montevidéu. É um cantinho tranquilo, com poucos habitantes, com aquela “carinha” boa de interior.

Existem algumas formas de chegar até a Colônia, duas são mais conhecidas:
• Indo por Montevidéu: Indo de ônibus, pela COT, pela Chadre ou pela Turil. No momento em que pesquisei as três estavam cobrando o mesmo valor. No site do Terminal Tres Cruces, a rodoviária de Montevidéu, você consegue ver todos os horários de saída de ônibus para todos os destinos disponíveis.

• Indo por Buenos Aires (método que utilizei): O trajeto será feita de barco, todos saem de Porto Madero. O Buquebus é o mais tradicional, trabalha com buques rápidos (1h de travessia) e lentos (3h) e por isso oferece mais horários, todos os buques carregam carros – Há também buques rápidos a Montevidéu (3h). O Seacat tem catamarãs compactos e rápidos e não carrega carros. E o Colonia Express só opera com buques rápidos e não carrega carros. O serviço é conhecido por ser instável, porém foi a empresa que escolhi por causa dos preços: é sempre a mais barata. Vale ressaltar também que fui muito bem atendido e nada deu errado.

Em relação aos passeios, segue abaixo a lista do que fiz por Sacramento:
• Centro Histórico (Barrio Historico / Casco Viejo)
• Rua dos Suspiros (Calle de Los Suspiros)
• Farol de Colonia del Sacramento (El Faro)
• Centro Cultural Bastión del Carmen
• Museu do Azulejo (Museo del Azulejo)
• Muralha de Sacramento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Todos os passeios são rápidos e possíveis de serem feitos em um só dia. Destaco como momentos mais marcantes do passeio:
• A hora de comer o Chivito Uruguaio, provavelmente o prato mais conhecida da região.
• Os amigos que fiz no hostel El Viajero
• O momento do pôr do sol. Sem dúvidas um dos mais bonitos que vi em minha vida, até hoje.
15193595_1167734836640981_1362240725688764610_n