No Hello Hostel eu me senti em casa

Procurar um hostel sempre é algo difícil, mesmo tendo diversos aplicativos para auxiliar na busca. As opções estão cada vez mais variadas, por isso não posso deixar passar em branco os lugares que realmente me impressionam.

No caso do Hello Hostel o que mais me chamou a atenção foi o atendimento. Claro que o lugar tem diversos outros pontos bons, como a localização (de uber, dá para chegar rapidinho em todos os principais locais da cidade), o preço (comparado aos outros hostels tem o melhor custo-benefício), a estrutura (é um lugar novo, então está super conservado), o design (super moderno e descolado), entre outras mil coisas, mas, mesmo com esses diversos outros pontos legais, o atendimento ficou em maior evidência, raras vezes fui tão bem tratado assim em outra hospedagem.

Foto: Divulgação

O atendimento ao cliente é algo fundamental em qualquer empresa, ainda mais em uma que lida com um público diferente todos os dias. Não é algo que dá pra ser projetado quando necessário, mas sim uma postura que é cultivada no dia-a-dia.

Então, caso queira ser super bem atendido, coloque em seu gps o endereço ERS 235, 33300 – Planalto, próximo ao Pórtico principal, e vá aproveitar suas férias bem acomodado, curtindo um friozinho gostoso.

Informações importantes: 
– O local conta com diversos tipos de quartos (compartilhado misto, feminino e masculino e suíte duplo)
– O check-in é feito a partir das 14h e o check-out até as 12h, mas caso você tenha um vôo mais tarde e queira deixar a mala na recepção para dar uma volta, eles entendem numa boa.
– O pagamento de 50% do total da reserva deve ser efetuado no momento da reserva ou em até 72h em casos de transferência bancária.
– Para reservas em quartos privativos já estão inclusas roupas de cama e toalhas de banho. Nos quartos compartilhados somente roupas de cama, toalhas de banho são disponibilizadas para aluguel na recepção por R$5.
– Paguei R$70,00 a diária com café da manhã, na alta temporada, um valor bem baixo para a região.

Aproveite sem moderação!

Quando o Arraial d’Ajuda Hostel salvou meu dia…

Utilizo esse espaço do blog para dar algumas dicas de hostel’s que me impressionaram de alguma forma. O Arraial d’Ajuda Hostel tem diversas qualidades: fica muito bem localizado, próximo das praias e da famosa Rua Mucugê, tem um ótimo custo-benefício, paguei R$55,00 na diária com café da manhã na época (baixa temporada), mas o que mais me chamou atenção nele, diferentemente da maioria dos outros lugares que fico, foi sua infraestrutura.

Foto: Divulgação

Mas você deve estar se perguntando: – Por que a infraestrutura foi tão importante assim, ainda mais para alguém que gosta de “mochilar”? O ideal não seria se focar mais no custo-benefício?

Creio que sim. O determinante para as minhas escolhas sempre é achar um lugar maneiro e barato (coisa que esse também é), mas nesse caso a lógica ficou um pouco diferente devido a um caso peculiar.

Se você acompanha o meu blog, deve ter lido em outro post, sobre um dia no meu mochilão pela Bahia, que choveu, correto? Então, foi nesse dia que eu passei a admirar ainda mais este hostel. Aquele dia só foi salvo por duas coisas: Primeiramente pelos outros hóspedes que estavam lá comigo, e segundo, por tudo que o local oferecia.

Arraial d’Ajuda é um lugar que vive em prol do Sol, não existem muitas opções com chuva. Então, se não fosse aquela piscina, aquela “sinuquinha” e aquela galera legal que estava por lá, meu dia teria sido ou de muito tédio ou dormindo profundamente.

Foto: Divulgação

Graças a isso que lhes contei, meu dia foi muito divertido, como todos os outros dias na Bahia. Por isso, tive que vir aqui retribuir a força e deixar essa dica para vocês. Se um dia tiver por Arraial vai lá pelo menos dar uma olhadinha pra vê se também chama a sua atenção, pois como já falei, a infraestrutura me salvou, mas o lugar tem diversas outras qualidades.

O Che Lagarto que o Morro me deu

Se liga galera! O hostel que eu tenho para indicar neste paraíso é o Che Lagarto. Não é um nome incomum, né? Já deve ter visto dessa franquia em mil outros lugares, entretanto, ele se destaca em Morro de São Paulo (Bahia) devido ao auto astral. Claro que o preço também estava ótimo, paguei R$35,00 com café da manhã (era baixa temporada), mas se não fosse a energia boa da galera, o tempo que passei por lá não teria valido tanto a pena.

Foto: Divulgação

Além da boa energia, o hostel apresenta dois pontos interessantes: o primeiro é que sempre tá rolando alguma coisinha por lá, seja um jantar especial ou uma festinha pra animar a galera, que fica normalmente na área de lazer. O segundo é que o lugar funciona quase como um point da moçada, antes das noitadas ou de algo bom, a “tchurma” passa por lá pra se juntar a outros grupos e seguir todos para o mesmo objetivo: zoar tudo.

O Che fica na Rua da Fonte Grande, 11. Super bem localizado. Cerca de 5 minutos andando da praça principal.

Então, fica aí mais uma dica de hospedagem. Frisando que aqui só destaco os que mais gostei e não todos por quais passei. Dê uma pesquisada, que certamente um dos quartos ou possibilidades do Che  irá te atrair.

Lobo Hostel Bar: o melhor lugar para ficar em Cabo Polonio

Antes de começar a ler o post, saiba que poucas vezes elogiei tão escancaradamente um lugar, mas lhe garanto que quando for lá entenderá os meus motivos.

Cabo Polonio é um cantinho mágico do Uruguai (como explico neste link) e o Lobo Hostel Bar complementa essa magia de forma brilhante, dando a alegria necessária que o lugar pede em certos momentos.
O hostel está localizado na avenida principal, a vinte metros do mercado local, a cem metros da praça central e a poucos metros da praia Skull, uma das praias mais importantes da região. Lá você poderá encontrar uma casa com sala compartilhada, cozinha interna, chuveiros de água quente, espreguiçadeiras e diversos tipos de quartos. A maioria dos quartos são compartilhados, mas se você é mais reservado o local também conta com um quarto duplo ou individual.

Além de todas as características básicas de um bom hostel, no local também podemos encontrar um restaurante, que serve almoço e jantar, e um grande bar com diversos coquetéis, todos com descontos para os hóspedes. A parte mais legal deste bar, além da ótima comida, é a abertura que ele dá para músicos de diversas origens e gêneros. Foi lá que eu conheci a verdadeira La Rumbia.

Sala compartilhada

Posso indicar o lugar com tranquilidade e satisfação, pois sei que quem for será muito bem tratado e irá alcançar todas as ferramentas necessárias para encontrar paz, harmonia e diversão.

A jovialidade do Hostel Suites Florida

Este lugar, que combina diversão com o espírito aventureiro, dá um ar mais jovial a Rua Florida. O Hostel, devido ao seu espaço diversificado, possibilita muita interação entre os hóspedes e, dessa forma, acaba animando um pouco mais a rua, principalmente no período da noite. Além disso, está situado no coração de Buenos Aires, ou seja, a poucas quadras dali estão o Obelisco, as famosas Avenidas Corrientes e 9 de Julio, o Teatro Colón, a Plaza de Mayo, o Congresso Nacional, a Casa Rosada e todos os transportes públicos necessários para os seus passeios. O metrô fica à 5 minutos a pé do local.
Posso frisar também a boa infraestrutura do espaço. Conta com diversos tipos de quartos, oferece café da manhã, doze computadores com internet e WiFi gratuito. Também possui uma área comum para fazer amizades e compartilhar histórias. Eu fiquei em um quarto misto para 8 pessoas que tinha: camas bem confortáveis, ar-condicionado, banheiro privativo, lockers grandes (cabia minha mala inteira) e um precinho bem camarada. No site e no booking é possível fazer uma estimava dos valores de cada quarto.

Um outro ponto positivo do hostel está em seu subsolo: o Fusion, um dos bares mais populares do centro da cidade. Alí, em meio à boa música e drinks, se reúnem jovens locais e extrangeiros, formando um ambiente ideal para os turistas conhecerem novas pessoas, trocarem contatos e se divertirem ainda mais.

Depois de todos esse detalhamento posso afirmar que gostei bastante do lugar. Fiz amigos, me diverti e fui bem atendido. Não tenho nenhuma reclamação para fazer, pelo contrário, acho que se você gosta de zoar bastante e ficar próximo aos pontos mais badalados da cidade, o Hostel Suites Florida, no meu ponto de vista, é a melhor escolha.

Saiba mais sobre as novas regras que permitem as cobranças de bagagens despachadas

Já percebeu que desde o início de junho algumas empresas nacionais começaram a cobrar um valor para bagagens despachadas? Se ainda não se ligou nessa nova estratégia empresarial comece a ficar ligado, pois agora existe mais uma taxa para você pagar.
As alterações nas regulamentação do transporte aéreo brasileiro foram aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com a revisão das Condições Gerais de Transporte (CGT). A agência entende que as mudanças representam um avanço importante para o setor e que irão beneficiar os passageiros através da redução dos preços das passagens e de uma maior clareza em relação às obrigações das companhias aéreas em várias situações. Também há o objetivo de aumentar a concorrência, permitindo a criação de companhias de baixo custo (low cost) no Brasil.

Além disso, as empresas aéreas afirmam que estão seguindo uma tendência mundial, alegando que essas transformações estão ligadas a um novo conceito que permitirá que você escolha a melhor forma de viajar pagando apenas pelos serviços que deseja utilizar.

O que você acha realmente disso tudo? Esse novo “benefício” está compensando a sua vida de turista ou é só mais uma táctica para as grandes empresas ganharem dinheiro?

Lembro também que houve mudança no peso da mala de mão, se antes ela só poderia ter 5 kg, agora é permitido entrar no avião sem pagar nada com até 10 kg. A mala de mão deve medir, no máximo (com bolsos, rodas e alças incluídos), 55 x 40 x 20cm quando for Gol, Azul e Avianca ou  55 x 35 x 25cm quando for Latam.

Abaixo segue um panorama dos valores cobrados atualmente pelas empresas aéreas nacionais. A imagem destacada na parte inferior foi retirada do site g1.globo.com e foi atualizada de acordo com o período que estamos vivendo.

Você já conhece o Airbnb?

É um site que te possibilita fazer viagens com um custo-benefício melhor. Ele viabiliza a comunicação entre turistas do mundo inteiro com donos de imóveis. A ideia é que os turistas fiquem em um lugar bem equipado por um preço mais barato e que os donos de imóveis consigam ter seu espaço alugado frequentemente. É uma ótima sacada!
A parte mais interessante do projeto é a grande variedade de locais para ficar, pode-se encontrar de tudo. Isso ajuda na hora de encontrar o que você mais necessita. Você está precisando de mais conforto? Lá tem vários lugares super bem estruturados. Está precisando gastar pouco? Lá tem vários cantos mais simples e baratos. Ou seja, basta pesquisar com calma que irá encontrar exatamente o que precisa.

Nos dias de hoje, viajar virou parte do cotidiano de muita gente, a partir disso, foram criadas diversas opções para serem estudadas e vários sites que buscam auxiliar nesse processo. Olhem todos! E coloquem o Airbnb entre essas opções. Para os interessados o site é airbnb.com.br

Já ouviu falar do Caronetas?

Você já pensou em pegar e oferecer caronas? Seria uma escolha boa e barata para voltar do trabalho, faculdade ou até dos lugares de lazer não é mesmo ? Eu ainda não testei o produto, então não posso garantir que tudo acontece corretamente, porém é uma opção para quem gosta de se aventurar.
logocaroneteO site Caronetas disponibiliza um acesso tanto para pessoas físicas quanto para empresas. Os “grupos corporativos” funcionam gratuitamente, onde as empresas podem cadastrar seus colaboradores, para que eles saibam com qual colega é a melhor opção para pegar carona. Para participar, os motoristas e os “usuários da carona” devem se cadastrar no site.

Já para quem não tem vínculo com alguma empresa, o acesso pode ser realizado através da conexão com uma rede social dentro do site, onde o usuário pode conhecer pessoas que irão para o mesmo destino. O site recomenda, nesse caso, que o usuário tome um cuidado maior, por não haver uma fonte segura de informação, como ocorre nos grupos corporativos. Assim, o serviço de carona pode ficar um pouco mais arriscado, segundo o site.

Verifique com bastante atenção todos os detalhes do processo, e se der certo comente no post, é bom ter informações boas sobre produtos do tipo.

Dicas para quem quer fugir do carnaval

Chegou a vez de privilegiar as pessoas que não gostam das festas de carnaval.
1461266_320677138137563_6929089930366271513_nCuritiba
As ruas, museus, bosques, parques e praças floridas da cidade de Curitiba, costumam ficar mais vazios durante o Carnaval. Por isso, esse é um bom destino para os que procuram tranquilidade nessa época do ano.

Gramado
A cidade de Gramado, que fica na região serrana do Rio Grande do Sul, é alternativa para ficar longe da folia sem morrer de frio, já que esse destino é muito procurado também no inverno. Lá, o turista pode explorar a gastronomia e a arquitetura bávara, que dá um ar europeu ao lugar, além de outros passeios em parques e museus.

Bonito
A cidade de Bonito é a mais famosa do complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, que inclui também os municípios de Jardim, Bodoquena e Guia Lopes da Laguna, no Mato Grosso do Sul. Essa região atrai muitos turistas nessa época do ano, mas isso não significa que é impossível ter paz. O forte do local é o ecoturismo.

Ilha de Boipeba
Situada a 340 quilômetros de distância de Salvador, a Ilha de Boipeba, no baixo sul da Bahia, é mais movimentada depois do Carnaval do que durante. Em suas praias, nada de desfile, trio elétrico, axé ou samba. O que mais chama a atenção são as paisagens, a flora e a fauna.

Santo Amaro do Maranhão
Com uma população de menos de 10.000 habitantes, Santo Amaro do Maranhão (a 243 quilômetros de São Luís) é o destino ideal para quem gosta de aventura ou para quem quer se isolar do mundo. A cidade fica ao lado do distrito de Barreirinhas, uma das portas de entrada dos Lençóis Maranhenses.

Chapada Diamantina
Apesar de ter o nome da cidade mineira Diamantina, muito famosa pelo carnaval agitado, a chapada, que fica no centro-oeste da Bahia, está longe de ser palco das confusões dessa época. Assim como os destinos anteriores, aqui o grande atrativo é a natureza, com diversas nascentes de rios, grutas, cavernas, cânions, flora e fauna exuberantes.

Ótimos lugares para curtir o carnaval

Essa é uma época excelente para quem gosta de farra e azaração. Vou dar algumas dicas de lugares onde essa grande festa fica ainda maior e interessante.
untitled-1-01Rio de Janeiro – RJ
O destaque do carnaval do Rio são os blocos de rua, que cada vez mais viram o símbolo da folia na cidade maravilhosa. Mas para quem não curte tanto o aperto dos blocos, tem a opção de assistir o desfile das escolas de samba na Sapucaí.

Olinda – PE
Em Olinda, passistas pulam Carnaval de sombrinha na mão e frevo no pé. Os cinco dias de festa oferecem diversos blocos de rua. Os eventos começam com o típico desfile de bonecos gigantes conhecidos como mamulengos.

Salvador – BA
Os trios elétricos são a grande atração do carnaval de Salvador. Lugar incrível para quem gosta de ouvir os sucessos do axé e também para quem curte uma micareta.

São Luís do Paraitinga – SP
Local perfeito para pessoas tradicionais, que gostam de marchinhas e dançar pelas ruas da cidade sem hora para terminar a diversão.

Ouro Preto – MG
O carnaval de Minas Gerais acontece nas ladeiras históricas de Ouro Preto, cidade que é um patrimônio cultural e também lar de milhares de estudantes universitários. Lugar ideal para quem gosta de agito, bebedeira e pegação.

Aproveitem o carnaval como se não houvesse amanhã! Entretanto se beber não dirija, e não se esqueça de usar a camisinha.