Bravus Race, uma história de superação

Neste final de ano, resolvi encarar a segunda etapa Speed da Bravus Race no Rio, evento que se tornou popular pelo grande esforço necessário para concluí-lo. As provas da Bravus têm como inspiração os treinamentos militares e desafiam os competidores a testarem seus limites, o condicionamento físico e, ainda, superarem obstáculos com técnica e muita força. Resumindo, é um evento pesado para qualquer ser humano normal, imagina então se a poucos meses da corrida você estiver doente, preocupante, né? Vou te contar como foi minha experiência.

Tudo foi programado com muita antecedência, mas nunca imaginaria que a 2 meses do evento eu estaria doente e sem previsão de melhora. Graças a Deus me recuperei a tempo e consegui malhar por duas semanas para ganhar um mínimo de peso e condicionamento físico. Foram 5km de corrida com 15 obstáculos diversificados.

Tomei choque de 1000 volts, afundei numa bacia d’água congelada, escalei, escorreguei tentando subir uma rampa de skate, carreguei muito peso nas costas, entre outras mil coisas. E mesmo chegando desgastado, no final a recompensa foi gigantesca. Foram 58 minutos de muito esforço e superação.

Não poderia deixar de concluir este texto, falando que existem coisas que só tem graça se tivermos um grande amigo ao lado. Este é um daqueles eventos que te leva aos seus limites, mas também te dá a oportunidade de ajudar, apoiar e vencer com seus parceiros. Na Bravus, certamente passei por diversos obstáculos porque tinha um grande amigo me incentivando por perto, dizendo: – vai lá, você consegue!

Um irmão é um amigo que Deus lhe deu, um amigo é um irmão que seu coração escolheu.

Confeitaria Colombo: uma viagem ao túnel do tempo

Aquela terça-feira não foi programada pra isso, mas depois de alguns compromissos cancelados, alheios a nossa vontade, resolvemos pegar as barcas e mudar os planos, lanchar na famosa e tradicional Confeitaria Colombo. Já fazia algum tempo que meu filho queria que eu conhecesse a Colombo, especificamente a do centro do Rio. Sabendo que sou apreciadora de coisas que nos remetem ao passado, ele sempre dizia que a arquitetura, os objetos, a louça, a maneira de se vestir e de se comportar dos funcionários, o cuidado nos detalhes, me impressionariam.

Foto: Divulgação

Permanecemos no local por poucas horas, mas o bastante pra ter aquela sensação que entramos num túnel do tempo, onde usávamos roupas do futuro, mas nos sentíamos no passado, contagiados pela magia do lugar.

Foi depois de andar por ruas tortuosas, camelôs barulhentos, pessoas correndo para o trabalho, prédios super modernos, chegamos naquele lugar, onde não existe pressa, só uma vontade de pedir um chá, uma fatia de bolo, e junto com meu filho (agora, um menino), aproveitar. Porém, eu sabia, que em poucos minutos, ao colocar o pé na calçada, o futuro voltaria, e meu filho cresceria… mas o importante é que sempre podemos voltar… quem sabe… em outro dia.

No Hello Hostel eu me senti em casa

Procurar um hostel sempre é algo difícil, mesmo tendo diversos aplicativos para auxiliar na busca. As opções estão cada vez mais variadas, por isso não posso deixar passar em branco os lugares que realmente me impressionam.

No caso do Hello Hostel o que mais me chamou a atenção foi o atendimento. Claro que o lugar tem diversos outros pontos bons, como a localização (de uber, dá para chegar rapidinho em todos os principais locais da cidade), o preço (comparado aos outros hostels tem o melhor custo-benefício), a estrutura (é um lugar novo, então está super conservado), o design (super moderno e descolado), entre outras mil coisas, mas, mesmo com esses diversos outros pontos legais, o atendimento ficou em maior evidência, raras vezes fui tão bem tratado assim em outra hospedagem.

Foto: Divulgação

O atendimento ao cliente é algo fundamental em qualquer empresa, ainda mais em uma que lida com um público diferente todos os dias. Não é algo que dá pra ser projetado quando necessário, mas sim uma postura que é cultivada no dia-a-dia.

Então, caso queira ser super bem atendido, coloque em seu gps o endereço ERS 235, 33300 – Planalto, próximo ao Pórtico principal, e vá aproveitar suas férias bem acomodado, curtindo um friozinho gostoso.

Informações importantes: 
– O local conta com diversos tipos de quartos (compartilhado misto, feminino e masculino e suíte duplo)
– O check-in é feito a partir das 14h e o check-out até as 12h, mas caso você tenha um vôo mais tarde e queira deixar a mala na recepção para dar uma volta, eles entendem numa boa.
– O pagamento de 50% do total da reserva deve ser efetuado no momento da reserva ou em até 72h em casos de transferência bancária.
– Para reservas em quartos privativos já estão inclusas roupas de cama e toalhas de banho. Nos quartos compartilhados somente roupas de cama, toalhas de banho são disponibilizadas para aluguel na recepção por R$5.
– Paguei R$70,00 a diária com café da manhã, na alta temporada, um valor bem baixo para a região.

Aproveite sem moderação!

Todo dia é Natal em Gramado

Como já dizia Hamilton Wright Mabie, bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor. Ele estava se referindo ao Natal. Foi exatamente por esse motivo que resolvi mudar a minha organização e, pela primeira vez, ir viajar para um lugar na alta temporada, mesmo sabendo que iria gastar mais do que de costume. A magia do Natal Luz merece essa exceção!

Claro que não fui apenas para ver a iluminação da cidade (vale frisar que é extraordinária), mas também para consumir toda a riqueza turística que esse município, símbolo de segurança e organização, oferece.

Pórtico

O primeiro passo do percurso foi ir do Aeroporto de Porto Alegre para Gramado. Já adianto que é bem fácil, basta caminhar até o final do aeroporto e encontrará um guichê da empresa Citral. Para maiores informações e dúvidas pode acessar esse link.

Chegando na cidade, existem algumas programações possíveis de serem feitas. Irei destacar para vocês todas que fiz, menos as relacionadas ao Natal Luz, pois elas mudam todo ano, então é mais indicado dar uma olhada na época. Ah, o preço que paguei em certas atrações também devem estar mais caros do que na baixa temporada.

DIA 1
Como sempre digo, o primeiro dia é aquele momento de adaptação, então não dá pra fazer tantas coisas, mas com a ajuda do Uber , consegui ganhar tempo e fazer passeios bem interessantes. Destaco também a organização prévia. Um bom planejamento é fundamental para que tudo dê certo. Não estou falando de fazer tudo calculado e esquecer de viver o momento, mas sim de se estruturar para que as coisas aconteçam da forma que você espera.

Pórtico via Nova Petrópolis
Este é o mais antigo dos dois. Foi inaugurado no dia 6 de janeiro de 1973, com inspiração no estilo bávaro. A base é constituída de pedras e o topo de madeira. Ao lado, há jardins belíssimos que também merecem sua visita.
Endereço: Av. das Hortências, Gramado – RS, 95670-000

Mini Mundo
Parque em miniatura, tendo como destaque uma espetacular maquete. É um lugar ótimo para passeios em família. A criançada adora.
Valor: R$36
Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h15 às 17h
Telefone: (54) 3286-4055
Endereço: Rua Horácio Cardoso, 291

Lago Negro
Um lago artificial situado no Bairro Planalto. Aberto diariamente, oferece passeio de pedalinhos, bar, restaurante e loja de conveniências.
Horário de funcionamento: Diariamente, das 8h30 às 19h
Endereço: Rua A. J. Renner, em frente a Associação Cultural Gramado e a Alameda do Artesanato

Rua Coberta
A charmosa galeria coberta de vidro e trepadeiras, reúne bares, cafés, bistrôs e lojas de roupas. Talvez seja o ponto mais movimentado do centro da cidade. O Natal luz nesse local é encantador.
Endereço: A “rua” fica na Avenida Borges de Medeiros.

DIA 2
O segundo dia, como já é de costume, estava mais esperto e preparado para o que tinha planejado. Esse dia não tem tanta coisa descrita abaixo, pois grande parte dele foi passeando em Canela, lugar que também irei descrever futuramente em um post. Aguarde, irei detalhar tudo direitinho.

Snowland
É o parque de neve mais famoso do Brasil. Possui 16 mil metros quadrados, sendo 8,1 mil m² dedicados à experiência com a neve. Era o passeio mais esperado e, apesar de ser menor do que imaginava, superou minhas expectativas.
Valor: R$170
Horário de funcionamento: Segundas a quintas-feiras das 9h às 18h, sextas, sábados e feriados das 9h às 20h, e domingos das 9h às 19h
Telefone: (54) 3295-6000
Endereço: ERS-235, 9009

Snowland

DIA 3
Este dia foi totalmente dedicado ao Tour no Maria Fumaça. Embaixo detalho a programação, e vocês vão entender porque não dá para fazer outra coisa no dia. Saí do hostel às 7h30 e só voltei às 22h.

Tour Maria fumaça
O passeio de Maria Fumaça acontece no Tour Uva e Vinho. A agência escolhida busca você no hotel pela manhã e te conduz durante todo o passeio. Durante o percurso, pelo menos no que eu fiz, estava incluso degustação de vinhos, queijos e espumantes, além da visitação a duas vinícolas, a queijaria Fetina de Formaio, a Tramontina, a malharia, ao labirinto verde em Nova Petrópolis e a Praça das Flores. Além de tudo isso, também está incluso o ingresso para o parque temático Epopéia Italiana.

Durante o passeio no Maria Fumaça acontecem apresentações com músicas e danças italianas.

Maria Fumaça

DIA 4
Este foi o dia mais complicado de achar passeios, pois o tempo não estava tão firme. Acabei tendo uma grata surpresa com o Parque das Lavandas, e uma decepção gigante com o Museu Super Carros, escolhi nem detalhar informações sobre ele, de tão caro e chato que foi.

Le Jardin – Parque de Lavandas
Parque super bem cuidado, com muitas espécies de lavanda (obviamente) e uma estufa. Um passeio gratuito, com uma proposta muito original.
Horário de funcionamento: De terça a domingo, das 9h30 às 17h30
Telefone: (54) 3286-4280
Endereço: ERS-115, 37700

Le Jardin

DIA 5
Entre várias opções de programação para fechar o último dia de passeio, creio que escolhi a melhor. Fechar a viagem, na cidade que tem o maior espírito natalino do país, visitando um local totalmente estruturado com a magia do Natal foi lindo demais. As cores, os brinquedos, as renas, tudo fez remeter aquela ilusão infantil da chegada do Papai Noel. É um lugar excepcional.

Aldeia do Papai Noel
Parque temático de Natal com a casa do Papai Noel, fábrica de brinquedos, neve artificial, trem e monotrilho.
Ingresso: R$35
Funcionamento: 09:00 às 17:30. Informamos que a bilheteria do parque encerra 30 minutos antes do fechamento dos portões.
Endereço: R. Bela Vista, 353 – Centro, Gramado – RS, 95670-000

Aldeia do Papai Noel

Conhecer Gramado foi uma experiência enriquecedora, criei um novo olhar sobre o Natal e também compreendi que é possível existir no Brasil uma cidade que tem segurança, organização, honestidade etc, basta as pessoas de bem começarem a batalhar e cobrar por isso, e os governantes entenderem o que significa caráter. Eu vivi um sonho que espero que se torne realidade.

Contemplando o Rio através da Vista Chinesa

O monumento, construído no início do século XX em homenagem aos chineses e a importação do cultivo de chá no Brasil, oferece aos visitantes um amplo panorama do Rio de Janeiro, possibilitando uma visão privilegiada do Cristo Redentor, Baía de Guanabara, Pão de Açúcar, Lagoa Rodrigo de Freitas, praias de Ipanema e Leblon, além do Morro Dois Irmãos, ícones do turismo carioca. Acho que depois de destacar os lugares que o mirante contempla, nem preciso reafirmar que a visita vale super a pena, né?

A trilha, de nível leve, tem fácil acesso e é totalmente pavimentada, ou seja, é possível ir a pé, de bike, de carro etc. Apesar da subida ser um pouco íngreme, não é exigido um grande preparo para chegar ao final de um dos picos mais bonitos da região.
Como chegar
O caminho mais rápido para quem está na Zona Sul é pelo bairro do Jardim Botânico pela Rua Pacheco Leão e estradas da Castorina e da Vista Chinesa. Quem vem da região da Tijuca ou Barra, pode pegar a Rua da Boa Vista ou Estrada das Furnas.
A melhor forma de agradecer por estar em uma cidade com toda essa riqueza natural é aproveitando em grande estilo, curta o Rio!